Home
Poems: My Own
Poems: By others
Poems: Classical
Poems: Multilingual
Music & Songs
Stories & Myths
Links to Poetry
FAQ
Contact
Submit a Poem
The latest

 

~ Multilingual International Asatru Poetry ~

 

A Canção de Odin

Eu sou o cavaleiro da arvore
Eu sou o poeta da campina arida
Eu sou o suspiro em um lugar vazio
Eu sou a fome: quem mais eu sacrificarei em si mesmo?

Eu sou um convidado que você não espera
Eu sou uma canção para acordar os mortos
Eu sou uma maré que afoga sua mente
Eu sou um trapaceiro: quem mais te traz aflição e riqueza ao mesmo tempo?

Eu sou uma lança que ruge para o sangue
Eu sou um lobo vermelho e implacável
Eu sou uma tempestade que agita distante
Eu sou um adivinho: quem mais ajusta a cabeça fresca sem vida com fumaça?

Eu sou um conselho que traz a fama
Eu sou uma espada que bebe sua vida
Eu sou o corvo em um cadáver
Eu sou uma forca: quem mas te traz à morte enquanto te seguro?

Eu sou a chama em cada coração
Eu sou o grito em cada garganta
Eu sou o protetor para cada cabeça
Eu sou o túmulo de cada esperança.

Song of Odin 

I am the rider of the tree
I am a draught of poet´s mead
I am a socket´s empty yawn
I am a hunger: who but I will sacrifice his self to Self?

I am a guest you don´t expect
I am a song to wake the dead
I am a tide that drowns your mind
I am a trickster: who but I brings woe to you and weal at once?

I am a spear that roars for blood
I am a wolf ruthless and red
I am a storm that tears apart
I am a wizard: who but I sets the cool head aflame with smoke?

I am a counsel bringing fame
I am a sword that drinks your life
I am a raven on a corpse
I am a gallows: who but I brings you to death while holding you?

I am the blaze in every heart
I am the shout in every throat
I am the shield for every head
I am the tomb of every hope.

© English original: Michaela Macha

© Translation/Tradução: Jorge Buss

Irmandade Odinista Aguia Negra (Odinic Brotherhood Black Eagle)

Image: "Eisreich", © Thyra. Used with permission.

Back to [Multilingual Main Page]